Últimas Notícias

A acção sócio caritativa na diocese de Vila Real

No quadro da celebração do centenário, a diocese de Vila Real realizou, no dia 14 de janeiro, às 21h00, em Chaves, no Auditório engenheiro Luís Coutinho, uma tertúlia sobre a acção sócio caritativa da Igreja diocesana nestes 100 anos de existência.

A presente tertúlia, a primeira do ano, integrada nas iniciativas do ano jubilar, foi moderada pelo Dr. Manuel Mesquita, provedor da Santa Casa da Misericórdia da Régua e presidente da União Distrital das Misericórdias, e teve intervenções relativas a três âmbitos da ação institucional da Igreja: coronel Jorge Pinto de Almeida, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Chaves; padre Delmino Rodrigues Fontoura, com vasta experiência nos Centros Sociais Paroquiais e o Dr. Henrique Oliveira, presidente da Cáritas Diocesana.

O primeiro interveniente foi o coronel Jorge Pinto de Almeida que partilhou a sua experiência, particularmente nas suas missões em contexto de conflitos, reconhecendo em todos os tempos a presença humana e próxima da Igreja junto dos mais necessitados. Referiu também que as 14 Misericórdias da diocese e distrito de Vila Real assistem diariamente 6000 pessoas.

O padre Delmino partilhou a experiência pessoal à frente de dois lares paroquiais, dos quais é o fundador e actual assistente religioso. Exortou a que se faça tudo o que se possa fazer para que os idosos se sintam bem nos nossos lares e indicou a necessidade de assistência religiosa a estas pessoas que neles residem.

O Dr. Henrique Oliveira desenvolveu a sua apresentação em três momentos; a história da Caritas Diocesana, alguns elementos da actividade da Instituição e a missão no contexto da acção sócio caritativa da Diocese. A Cáritas apoia 5389 pessoas actualmente.

O Bispo de Vila Real, D. António Augusto Azevedo, encerrou a sessão que se realizou de modo presencial, no respeito pelas normas de DGS, e com transmissão em direto através do site da diocese, agradecendo à Comissão do Centenário que organiza este ciclo de tertúlias e aos intervenientes convidados. Deixou ainda uma palavra de reconhecimento às pessoas que trabalham nesta área e vivem nestas instituições.

A próxima tertúlia está agendada para dia 11 de fevereiro sobre “os novos movimentos laicais na diocese de Vila Real”.