Festa das Vindimas na Régua

Vindimas abençoadas na Régua

A cidade do Peso da Régua celebrou este domingo, dia 22 de setembro, a tradicional festa das vindimas com Missa Solene presidida pelo bispo da Diocese de Vila Real, D. António Augusto Azevedo.

Cada uma das oito freguesias deste concelho vinhateiro trouxe para a Igreja Matriz um cesto cheio de uvas para serem benzidas, sinal de todos os frutos com que estas terras são agraciadas e o resultado do trabalho do homem do Douro que amanha a terra e a videira. Trata-se da bênção de todo o vinho colhido este ano, a partir dos oito cestos que simbolicamente representam toda a Região do Douro.

«Na Eucaristia, o fruto da videira, o produto da vindima, o vinho, adquire a sua expressão mais alta e mais sagrada. Não é apenas um alimento apreciado pelo homem, mas é uma primícia oferecida a Deus para que se torne vinho de salvação», afirmou D. António Azevedo.

Em pleno coração do Douro, o bispo referiu que a vindima nos ensina «a olhar o futuro e a olhá-lo com esperança, isto é, com a confiança de que no próximo ano serão possíveis mais e melhores frutos. A vindima é uma bela tradição, é uma grande lição, é uma grande fonte de sabedoria».

Esta tradicional festa das vindimas, feita anualmente por iniciativa da Câmara Municipal do Peso da Régua, e bênção das uvas revestiu-se este ano de um valor especial também pelo facto de a Régua ter sido eleita a Cidade do Vinho 2019 pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho.