Foto: Diocese de Lamego

“A História de uma Videira” – D. António Couto

ABERTURA DO ANO LECTIVO DO
CENTRO CATÓLICO DE CULTURA DE VILA REAL

Como foi previamente anunciado, o Centro Católico de Cultura de Vila Real abriu as suas actividades na sexta-feira, dia 23 de Outubro, às 21h30.

A abertura do ano lectivo realizou-se com a solenidade que é possível neste tempo especial que vivemos. Através da plataforma digital ZOOM, depois de uma breve apresentação feita pelo Director desta instituição, P.e Manuel Coutinho, os participantes escutaram com vivo interesse a conferência do senhor D. António Couto, Bispo de Lamego, com o sugestivo título “A História de uma Videira”.

Partindo do Salmo 80 e do Cântico da Vinha (Is 51, 1-7), o conferente desenvolveu o tema, ajudando-nos a situar a nossa vida como Igreja, Vinha do Senhor, nos nossos dias, com as suas fraquezas e pecados, e sempre com a possibilidade de se deixar transplantar, cuidar e podar, para que dê os frutos de que o mundo de hoje precisa. 

Neste contexto, deixou o desafio à Diocese de Vila Real, que se prepara para celebrar o seu jubileu (cem anos de vida), para tocar o shôphar (chifre do carneiro ou do cabrito montês, que anunciava o começo e o fim de grandes acontecimentos do povo de Israel – cf. Lv 25, 9), no início e na conclusão da celebração jubilar, e que no fim a Diocese já não seja «uma simples soma ou ajuntamento de indivíduos» mas «um povo que encontra a sua identidade e unidade» à volta do seu Bispo e de Jesus Cristo, «a videira, a verdadeira», a rejubilar com os frutos colhidos nestes cem anos de vida e que vamos deixar para o futuro.

A sessão foi encerrada pelo senhor Bispo de Vila Real, D. António Augusto Azevedo, que agradeceu as palavras oportunas e actuais do vizinho Bispo de Lamego, uma das Dioceses que estão nas nossas raízes (juntamente com Braga e Bragança) e realçou a importância do trabalho de formação realizado pelo Centro Católico de Cultura, convidando os cristãos de toda a Diocese a aproveitarem estas oportunidades que lhes são dadas para o crescimento e aprofundamento da sua fé.