Últimas Notícias

Mensagem para o Dia da Diocese

Neste domingo, solenidade do Pentecostes, celebramos o Dia da Diocese de Vila Real. Em pleno Ano Jubilar que assinala o Centenário da criação da diocese, este dia é comemorado em cada comunidade que, desta forma, é convidada a reforçar a sua comunhão com a diocese de que faz parte e com toda a Igreja.

O Concílio Vaticano II definiu uma diocese  como «porção do Povo de Deus confiada a um Bispo para que a apascente com a colaboração do presbitério, de tal modo que, unida ao seu pastor e reunida por Ele no Espírito Santo, por meio do Evangelho e da Eucaristia, constitui uma Igreja particular, na qual está e opera a Igreja de Cristo, una, santa, católica e apostólica». Como cristãos, todos fazemos parte desta Igreja Local, somos membros deste povo, pedras vivas deste templo que se vai construindo na história. Nos últimos três anos, por vontade de Deus e escolha do Papa Francisco, com muita alegria tenho sido vosso bispo, pastor e irmão na fé.

A nossa diocese  que vai do rio Douro até à fronteira, do Marão e do Alvão até ao Tua, é constituída por 264 paróquias, organizadas em 8 arciprestados. Tem ao seu serviço um dedicado clero, composto por 100 padres e 5 diáconos, e conta ainda com a presença de vários institutos e congregações religiosas, masculinas e femininas, e com a ação apostólica de muitos leigos inseridos em comunidades, movimentos e instituições eclesiais.

A celebração  do Dia da Diocese deve ajuda cada um a tomar mais consciência da Igreja que somos, da sua realidade atual  e concreta, das suas dificuldades e desafios. Em ano jubilar, damos graças a Deus pelo caminho percorrido, recordando especialmente o testemunho de fé das gerações que nos antecederam.

Este dia representa também uma ocasião especial para que todos renovem o seu compromisso com a missão da Igreja. Essa missão é de todos e o seu cumprimento no contexto que hoje vivemos exige um grande sentido de comunhão e unidade. Pelo batismo fomos constituídos como filhos de Deus, irmãos em Jesus Cristo e recebemos o mesmo Espírito que nos concede os seus dons em ordem ao bem comum.

Que na celebração deste dia o Espírito Santo nos anime e fortaleça para sermos, na diocese e em cada uma das suas comunidades, uma Igreja mais viva e acolhedora, capaz de dar um testemunho alegre da fé, de a celebrar com dignidade e a tornar operante na caridade. Uma Igreja mais fraterna nos seus membros, mais próxima de todos, sobretudo dos doentes, dos pobres e fragilizados. Uma Igreja fiel à tradição e capaz de se renovar num estilo sinodal e processos mais inclusivos e participativos, de forma a corresponder melhor às ânsias e necessidades dos homens e mulheres do nosso tempo.

Deus, Pai de bondade, nos assista com a sua benção e nos conceda a força do seu Espírito. Maria, presente no Pentecostes, nos auxilie sempre com a sua intercessão e nos ajude a crescer com raízes.

Vila Real, 5 de junho de 2022, Solenidade do Pentecostes

+António Augusto de Oliveira Azevedo
Bispo de Vila Real